Cultura Ainu: eflorescência e indigenitude em Ainu Mosir

Os habitantes de Ainu Mosir (Terra dos Ainu ou, literalmente, Terra dos Humanos) resistem há séculos aos processos de japanização e homogeneização implementados ao longo do Período Edo (1600-1868) e Período Meiji (1868-1912). Reconhecidos oficialmente como Povo Originário em 2008, os Ainu reivindicam sua identidade no século XXI.

De 12/1 a 9/2, quintas, das 10h às 12h

Sobre o curso

Os habitantes de Ainu Mosir (Terra dos Ainu ou, literalmente, Terra dos Humanos) resistem há séculos aos processos de japanização e homogeneização implementados ao longo do Período Edo (1600-1868) e Período Meiji (1868-1912). Reconhecidos oficialmente como Povo Originário em 2008, os Ainu reivindicam sua identidade no século XXI.

Com Victor Hugo Kebbe, doutor em Antropologia Social (UFSCar).

Curso SESC São Paulo – Centro de Pesquisa e Formação

Facilitador

Prof. Dr. Victor Hugo Kebbe – Doutor em Antropologia Social pela UFSCar; ex-fellow de Japanese Studies/Intellectual Exchange da Japan Foundation (Tokyo, Japão); atuou como pesquisador associado da Faculdade de Educação da Shizuoka University (Shizuoka, Japão), como pesquisador associado do Nanzan Anthropological Institute e do Nanzan Institute for Religion and Culture (Nagoya, Japão); Pós- Doutor pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, UFSCar e Nanzan University. Editor do japanologia.com.