Um dia em Kyoto

É impressionante o feixe de sensações que Kyoto deixa em cada um de seus visitantes. Capital do Japão entre 784 e 1868, Heian-kyō, hoje Kyoto, foi símbolo da influência da alta cultura chinesa do século VII, efeito de uma comitiva de diplomatas, pensadores e artistas que visitou o continente chinês em busca de aprendizado.

Tal visita no Período Heian foi responsável pela introdução dos ideogramas chineses, costumes, artes e reformas políticas sem precedentes, conhecidas como Reformas Taika. Foi nesse período que o Japão conheceu uma de suas maiores e mais importantes marcas identitárias, o Budismo.

Guarda-chuvas em Arashiyama
Kyoto é conhecida por abrigar mais de 1700 templos budistas e santuários xintoístas, sendo uma fonte intensa de pensamento religioso. Das janelas do Shinkansen, o Trem Bala, é possível observar inúmeros pagodes e topos desses lugares sagrados. Foi em Kyoto que a maioria das escolas budistas floresceu, patente nas inúmeras construções pela cidade. Templos de madeira com mais de 1300 anos e, num grau de incrível conservação, fazem da paisagem urbana algo único de se ver.

Kyoto é uma cidade de imagens, sons, cheiros e gostos. Por conta de seu passado histórico ligado à corte, Kyoto ainda é considerada o lar da culinária rebuscada e das artes. Assim como um retiro espiritual religioso, Kyoto é destino de todos os que desejam conhecer um Japão de um passado longínquo, para alguns, um bastião da cultura japonesa tradicional.

Templo Tofujuki
Templo Tofujuki

Kyoto é a terra das artes. Teatro Noh, Kabuki e Kyogen são venerados. Os arranjos florais do Ikebana e demais expressões artísticas ligadas ao zen-budismo dominam as lojas, dentre elas, a Cerimônia e o culto ao Chá. O Chaísmo é considerado a expressão máxima ou síntese perfeita da cultura japonesa, reunindo em um ritual bastante complexo a ética budista da impermanência, o culto da imperfeição do wabi sabi, aspectos da etiqueta da vida cotidiana e a estética japonesa.

Kyoto foi poupada dos bombardeios durante a Segunda Guerra Mundial, preservando assim, construções históricas de valor inestimável, em sua grande maioria, intactas. Guerras, tufões, terremotos e tsunamis não foram páreo para a beleza de Kyoto.

Passeio em Arashiyama
Passeio em Arashiyama

Não deixe de visitar a Japanologia para saber mais sobre Kyoto. Lá deixei inúmeras fotos à disposição, em sua grande maioria legendadas e com textos explicativos. Aproveite e conheça, lá mesmo, outros lugares memoráveis da Terra do Sol Nascente.

 Victor Hugo Kebbe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s