Kamoe Kannon

Tantas leituras sobre a Kannon e acabo me lembrando do Templo Kamoe Kannon de Hamamatsu… são poucas as pessoas que sabem que aquele templo tem nada mais, nada menos do que 1000 anos, “escondido” atrás se uma construção super nova… A construção original é inteira de madeira, pintada em vermelho vivo e que infelizmente está com problemas de conservação. O mais impressionante é que isso é um “segredo” não porque não pode ser visto pelos outros, mas sim por que nem todos têm o interesse em conhecê-lo.

Já a construção mais nova aparenta ter menos de 50 anos… É virtualmente impossível para um visitante de primeira viagem ou um transeunte poder perceber a existência do Kamoe Kannon original, que tal qual um idoso, se curva perante a idade e a construção nova, logo na frente.

Só pude descobrir o segredo do Kamoe Kannon depois de conversar com os monges do local em uma tarde de estudos. Depois de ter o meu Goshuincho assinado, naquele dia fui levado para os fundos do Kamoe Kannon, onde está guardado o seu mais precioso segredo… A visitação (pelo menos da área externa) é aberta a qualquer um, bastando estar munido de curiosidade. Vale a pena, não só pela surpresa, mas também por encontrar essa preciosidade de 1000 anos oculta bem no centro da cidade de Hamamatsu.

O templo é dedicado à Kannon (ou Kwannon), personificação feminina do boddhisattva Avalokitesvara, aquele que atingiu iluminação e observa todos com piedade. No Japão Kannon se transformou naquela que ampara misericordiosa, também conhecida como a “Kannon de 1000 mãos”.

A origem (e a transformação de uma figura masculina em figura feminina) aconteceu na China. Guan Yin ou Kwan Yin é uma poderosa figura do budismo chinês voltada para as mulheres. Lá, Guan Yin é referenciada pela fertilidade e pela ajuda aos necessitados. Tal qual a imagem logo acima, a Kannon japonesa têm essa feição de serenidade, olhando para baixo misericordiosa.

Kamoe Kannon

Graças à M.L. Akimoto agora eu tenho algumas fotos da Kannon do templo Kamoe Kannon em Hamamatsu, Shizuoka. Quando estava visitando o templo eu tirei algumas fotos horrorosas, então… graças à ela agora você pode ver o quão bela a Kannon é.

Victor Hugo Kebbe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s