O caminho do peregrino

Conheça uma análise antropológica da ideia de peregrinação religiosa no Japão, além de um ensaio fotográfico para a Revista de Antropologia da UFSCar.

Sosen Suuhai na comunidade okinawana do Brasil

Texto especial da Samara Konno para a Japanologia, com um artigo dedicado ao Culto aos Antepassados okinawano. O artigo é fruto de sua dissertação de mestrado no Programa de Pós-Graduação em Estudos Culturais da USP.

Um pouco de budismo japonês

Você conhece o Fudoo Miyo? Caso já tenha visitado um templo budista da escola Shingon já deve ter se deparado com ele.

Obon

Neste mês de agosto tivemos o encerramento de um dos ciclos espirituais mais importantes do Japão, o Obon (お盆). No Bon as famílias japonesas cruzam todo o Japão para visitar os túmulos dos seus antepassados (sosen), realizar a limpeza espiritual ou material dos ossos e abrem suas residências para a visitação destes espíritos ancestrais durante três dias.

Kamoe Kannon

Tantas leituras sobre a Kannon e acabo me lembrando do Templo Kamoe Kannon de Hamamatsu… são poucas as pessoas que sabem que aquele templo tem nada mais, nada menos do que 1000 anos, “escondido” atrás se uma construção super nova…

Kakuozan Nittaiji

Construído em 1904, o Templo Nittaiji abriga uma porção do Buddha Shakiyamuni, doada pelo rei da Tailândia. Naquele tempo o rei decidiu doar porções dos restos de Buddha para outras nações budistas, incluindo Japão, Myanmar e Sri Lanka. De acordo com um panfleto do Nittaiji, os restos de Buddha foram descobertos em 1898 na Índia, durante a escavação do monte Piprahwa.

Folhas Mortas

O templo budista Eikandō Zenrinji (永観堂禅林寺) é definitivamente um dos lugares mais bonitos de Kyoto. Templo sede do ramo Seizan, o Eikandō Zenrinji é uma impressionante construção no cenário outonal de Higashiyama.

Uma viagem espiritual

A construção do Daihonzan Hokoji Hansobo data de 1371, sendo a sede de uma das escolas budistas mais importantes do Japão, a Escola Rinzai. O complexo todo é disposto em vários prédios na montanha, interligados por inúmeros caminhos no meio de antigas árvores de cedro em toda a sua extensão.

Hachimangu

Conheça o santuário xintoísta Hachimangu de Hamamatsu, um dos espaços sagrados mais antigos da cidade e que fica oculto na vizinhança.

O Caminho dos Deuses

Primeiro artigo da série sobre Xintoismo. Shinto (神道, Xintoísmo em Português) ou Kami-no-michi significa o Caminho dos Deuses. É uma tradução pobre e complicada, pois não existe aqui uma conotação com os deuses ocidentais.